- PUBLICIDADE -

100 anos de sigilo em processo administrativo de Pazuello

Pazuello nomeia mais quatro militares para cargos na Saúde
Imagem: Anderson Riedel/PR
- PUBLICIDADE -

O processo administrativo contra Pazuello foi arquivado pelo Exército.

O Exército Brasileiro negou acesso ao processo administrativo arquivado envolvendo o general Eduardo Pazuello.

O ex-ministro da Saúde participou de ato ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro

De acordo com o Exército, o processo contém informações pessoais e, de acordo com a Lei de Acesso à Informação (LAI), tem sigilo por 100 anos. 

A informação foi publicada, nesta terça-feira (8), pelo jornal Gazeta do Povo.

O processo administrativo contra Pazuello foi instaurado pelo fato de a participação de militares em ato político ser vedada pelo regulamento interno do Exército. 

No entanto, como noticiou a Renova, o comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, arquivou o procedimento.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -