- PUBLICIDADE -

11 das 14 nações do Grupo de Lima apoiam Juan Guaidó

11 das 14 nações do Grupo de Lima apoiam Juan Guaidó

- PUBLICIDADE -

Documento divulgado pelo Grupo de Lima destaca o esforço conjunto para restaurar a democracia com realização de novas eleições gerais na Venezuela.

O Ministério das Relações Exteriores do Peru divulgou uma declaração conjunta nesta quinta-feira (24) na qual 11 dos 14 países que compõem o Grupo de Lima reiteram apoio ao presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó.

O comunicado tem apoio dos governos da Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, Panamá, Paraguai e Peru.

No entanto, não subscrevem o documento Guiana, Santa Lúcia e México.

Segundo a agência “EBC“, a declaração do Grupo de Lima afirma:

“[O Grupo de Lima apoia] o início do processo de transição democrática na Venezuela, no âmbito da sua Constituição, para realizar novas eleições no menor tempo possível, com a participação de todos os atores políticos e com garantias internacionais e normas necessárias para processo democrático.”

O texto ressalta a confiança em Guaidó e reitera que considera ilegítimo a ditadura de Nicolás Maduro.

O documento acrescentou:

. “[O Grupo de Lima ] reconhece e expressa seu pleno apoio ao presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que assumiu como presidente da República Bolivariana da Venezuela, considerando as normas constitucionais e com a ilegitimidade do regime Nicolás Maduro.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -