Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

12 países convocam tratado de defesa por crise na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
12 países convocam tratado de defesa por crise na Venezuela

EUA e outros 11 países convocam tratado de defesa por crise venezuelana.

A Organização de Estados Americanos (OEA) aprovou, nesta quarta-feira (11), uma resolução apresentada por aliados do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, para convocar o órgão de consulta do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (Tiar), que prevê a defesa mútua das nações do continente em caso de ataques estrangeiros.

A resolução alega que “a crise na Venezuela tem um impacto desestabilizador, representando uma clara ameaça à paz e à segurança no hemisfério”.

Doze dos 18 países-membro do Tiar votaram a favor do projeto apresentado pelas missões permanentes de Brasil, Colômbia, Estados Unidos e do “governo encarregado” da Venezuela, liderado por Guaidó.

Cinco países, entre eles o Uruguai e o Peru, se abstiveram e uma nação, as Bahamas, se ausentou.

Para ser aprovada, a moção precisava de ao menos 12 votos. Segundo o documento, uma reunião com os ministros do Exterior dos países-membros será convocada para a segunda quinzena de setembro.

O México, que não faz parte do pacto, disse considerar inaceitável a “utilização política” do mecanismo que permite o uso de força militar em uma nação da América Latina, alegando que isso vai contra o objetivo da OEA e abre um precedente perigoso que poderia desestabilizar o continente.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email