Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

12 soldados sírios mortos em bombardeio da coalizão internacional

COMPARTILHE

Ao menos 12 combatentes do Exército da Síria morreram nesta quinta-feira (24) no leste do país em bombardeios atribuídos à coalizão internacional. Os Estados Unidos negaram qualquer responsabilidade pelos ataques.

Os bombardeios ocorreram em um setor da província de Deir Ezzor, onde a coalizão internacional e as forças leais ao regime de Bashar al-Assad lutam separadamente contra os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI).

A coalizão internacional, formada por vários países ocidentais, intervém na Síria desde 2011 para combater os membros do EI, embora também tenha atacado forças pró-governo nos últimos anos.

De acordo com informações da AFP:

Nesta quinta-feira, seus aviões atingiram posições do Exército ao sul de Bukamal, uma cidade localizada a poucos quilômetros da fronteira iraquiana, indicou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). Ao menos 12 membros estrangeiros das forças pró-governo sírio morreram nesses ataques.

Uma fonte militar, citada pela agência de notícias oficial síria Sana, disse que várias posições do regime entre Bukamal e Hmeimeh foram alvo de “um ataque de aviões da coalizão americana”, sem mencionar nenhuma vítima.

É difícil determinar se havia extremistas na região no momento dos bombardeios. Sabe-se, no entanto, que os combatentes iranianos do movimento libanês xiita Hezbollah e soldados iraquianos apoiam as tropas do governo nesse setor.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários