134 mil pessoas não tem teto para morar na Califórnia

Cidades da Califórnia enfrentam o problema de achar soluções de moradia para a população sem-teto. Quase um quarto da população sem moradia dos Estados Unidos mora no estado.

Quase um quarto da população sem moradia do país (554 mil, segundo o Departamento de Moradia e Desenvolvimento Urbano) mora na Califórnia – cerca de 134 mil pessoas que muitas vezes improvisaram calçadas, margens de rios, parques públicos ou praças para morar.

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti (Democrata), recentemente classificou a situação como “a maior crise moral e humanitária do nosso tempo”.

Frustrados com a falta de atitude dos políticos esquerdistas que dominam o estado, os moradores dos condados mais ricos da costa da Califórnia vêm tentando uma solução – que envolve, cada vez mais, empurrar os sem-teto para longe da vista.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

Nos centros de muitas cidades, os acampamentos de tendas tornaram-se praticamente bairros, muitas vezes dentro de áreas que foram refeitas com dinheiro público e investimento privado.

A Califórnia tem a maior porcentagem de moradores de rua que vivem fora ou em carros – considerados pelos defensores como “desabrigados”. Oito em cada 10 moradores de rua aqui com menos de 21 anos moram ao ar livre, quase o dobro da taxa em outros estados.

Apesar de bilhões de dólares em fundos públicos terem sido aprovados para moradias para a população de rua nos últimos anos, o dinheiro se mostrou difícil de ser gasto tão rapidamente quanto necessário. O auditor da Califórnia recomendou em abril que uma única agência supervisione o dinheiro e as ideias para resolver o problema, que se move diariamente pelos limites da cidade e nos condados.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia