14 estupradores violentam menina de 11 anos em São Paulo

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma criança de 11 anos alegou ter sido estuprada por pelo menos 14 meliantes durante um baile funk em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

O boletim de ocorrência sobre o abuso foi registrado no domingo (22), na Delegacia Sede da cidade. A polícia está investigando o caso para tentar identificar quem são os estupradores responsáveis pelo crime.

Uma amiga da família da vítima, que preferiu não se identificar, contou ao portal G1 que a menor a procurou na sexta-feira (20) falando que havia sido abusada:

Ela chegou na minha porta e pediu para dormir na minha casa. Ela me contou do estupro e eu já tinha marcado uma consulta para fazer exames, mas no domingo ela sentiu uma dor forte e a levei ao hospital.

 

No fim da noite desta segunda-feira, tomamos conhecimento que a garota inventou toda história.

De acordo com informações do jornal O Globo:

A menina de 11 anos que alegou ter sido vítima de um estupro coletivo em Praia Grande, no litoral de São Paulo, disse, em novo depoimento à Polícia Civil, que o crime não aconteceu. De acordo com as autoridades responsáveis pelo caso, a menina inventou a história para evitar brigar com uma colega. As informações são do site “G1”.

“Não aconteceu nada. Não existiu estupro coletivo. Em depoimento, ela admitiu que inventou a história para evitar que apanhasse de uma amiga”, disse o delegado.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque