- PUBLICIDADE -

14 viram réus na Greenfield por fraudes em fundos de pensão

14 viram réus na Greenfield por fraudes em fundos de pensão

- PUBLICIDADE -

Os réus vão responder por gestão fraudulenta, corrupção e lavagem de dinheiro.

A Justiça Federal acolheu integralmente a denúncia feita pela força-tarefa da Operação Greenfield sobre fraudes em fundos de pensão envolvendo empresas de Joesley Batista

Dessa forma, 14 pessoas foram tornadas réus por causarem prejuízos bilionários à Petros e à Funcef

Os envolvidos na nova fase da operação vão responder por gestão fraudulenta, corrupção e lavagem de dinheiro.

Além das penas de prisão, os procuradores pedem quase R$ 5,3 bilhões em multas e danos, informa o site Metrópoles.

A denúncia apontou que o esquema foi articulado entre 2009 e 2015, em meio a aportes de capital dos fundos de pensão no FIP Florestal.

Os principais participantes da FIP Florestal eram Joesley e Mario Celso Lopes, empresário, pecuarista e advogado, especialista na compra e venda de fazendas, além das entidades previdenciárias.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -