Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

15 anos de prisão para jornalista que criticou Partido Comunista Chinês

15 anos de prisão para jornalista que criticou Partido Comunista Chinês
COMPARTILHE

Regime chinês segue perseguindo jornalistas críticos. Pandemia impulsionou a censura do Partido Comunista.

Um tribunal anunciou que um jornalista da China acusado de “denegrir” o Partido Comunista foi condenado a 15 anos de prisão.

É uma das sentenças mais severas contra uma pessoa crítica ao regime comunista de Xi Jinping.

O blogueiro Chen Jieren, ex-funcionário do jornal oficialista Diário do Povo, foi condenado pelo Tribunal Popular do condado de Guiyang, na província central de Hunan.

Chen foi condenado “por causar distúrbios, extorsão, comércio ilegal e corrupção”. Ele também foi multado em cerca de US$ 1,09 milhão.

O tribunal ainda afirmou que, desde 2015, o condenado difundiu “informações falsas” nas redes sociais, com o objetivo de obter, mediante chantagem, dinheiro das pessoas citadas em seus artigos, destaca a revista Exame.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários