1,6 milhão de pessoas já fugiram da Venezuela

A reeleição de Nicolás Maduro, que vai acontecer nas fraudulentas eleições do domingo (20), é apenas uma forma de manter a ditadura no poder sob o disfarce de uma fantasiosa democracia.

A provável manutenção da atual política econômica, que provoca escassez de alimentos, remédios e de outros bens no país, deve agravar ainda mais o êxodo de venezuelanos.

Segundo a Organização Internacional para Migrações, ligada às Nações Unidas, desde 2015 mais de 1 milhão de venezuelanos mudaram para outros países.

Naquele ano, o total de venezuelanos vivendo fora de seu país natal era de 697.562. Dois anos depois, esse número atingiu 1,622 milhão.

Segundo os últimos dados, só a Colômbia já recebeu cerca de um milhão de refugiados da Venezuela.

Com informações de: [Valor]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *