- PUBLICIDADE -

2 anos de prisão para chinês que desrespeitou quarentena

China censurou informações sobre coronavírus na internet por semanas

Homem é condenado a 2 anos de prisão na China por desrespeitar quarentena.

- PUBLICIDADE -

Um tribunal da província de Sichuan, na China, condenou, nesta quarta-feira (2), um homem a dois anos de prisão por desrespeitar a quarentena imposta para tentar conter a pandemia de coronavírus.

A Justiça considerou o homem, de sobrenome Guo, culpado por “obstruir os esforços de prevenção e controle de doenças infecciosas”.

O chinês foi condenado por ter retornado de Wuhan, cidade origem da pandemia, onde ele havia sido infectado com a doença.

Guo voltou para sua cidade, Hangxu, onde trabalhou em 22 de janeiro, apenas um dia antes da cidade começar um rigoroso confinamento que duraria mais de dois meses para impedir a propagação do vírus.

De acordo com a Justiça, o homem foi instruído a ficar confinado em casa, mas infringiu a norma e na noite seguinte visitou uma sala de jogos, destaca o portal UOL.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -