- PUBLICIDADE -

20 mortos e mais de 350 presos em protestos recentes na Venezuela

20 mortos e mais de 350 presos em protestos recentes na Venezuela

- PUBLICIDADE -

Alto Comissariado das da ONU diz que 320 deles foram detidos apenas na quarta-feira (23), dia em que Juan Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela.

20 mortos e mais de 350 detidos na Venezuela nesta semana de manifestações contra a ditadura de Nicolás Maduro, de acordo com informações do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) nesta sexta-feira (25).

A alta comissária Michelle Bachelet pediu investigações independentes sobre o uso excessivo da força no País. Os manifestantes são constantemente reprimidos pelas forças de segurança venezuelanas e pelas milícias armadas do chavismo.

Em comunicado, segundo o “G1“, Bachelet declarou:

“Qualquer incidente violento que resulte em mortos e feridos deve ser submetido a uma investigação independente e imparcial para determinar se houve uso excessivo da força por parte das autoridades e grupos armados.”

O Alto Comissariado também fez um apelo por “conversas imediatas” para aliviar a tensão que enfrenta o país, que registrou ao longo da semana 180 protestos nas áreas mais pobres de Caracas, antes considerados bastiões do chavismo.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -