Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

200 anos de prisão contra líderes de protestos na Nicarágua

200 anos de prisão contra líderes de protestos na Nicarágua
COMPARTILHE

Nicarágua impôs nesta segunda-feira (18) sentenças de mais de 200 anos de prisão contra organizadores de protestos.

A Justiça da Nicarágua condenou os líderes opositores Medardo Mairena e Pedro Mena pela participação, no ano passado, de protestos contra o regime de Daniel Ortega.

A sentença foi proferida pelo juiz Edgard Altamirano. Ambos foram condenados por “terrorismo” por organizar os protestos no ano passado.

Os dois opositores foram transferidos nesta segunda-feira (18) da prisão ao tribunal em Manágua para ouvir as sentenças sem aviso prévio dos advogados.

A repressão aos protestos deixou mais de 300 mortos, além de 750 detidos, acusados de “terrorismo” e outros delitos com base em uma lei aprovada em julho passado, que criminalizou os protestos com até 20 anos de prisão.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários