Português   English   Español

245 milhões de cristãos sofrem perseguição mundo afora

245 milhões de cristãos sofrem perseguição mundo afora
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A associação Portas Abertas, fundada em 1955, publica a cada ano o índice mundial de perseguição contra cristãos. Os números são alarmantes.


O índice do ano de 2019 mostra que entre o dia 1º de Novembro de 2017 e 31 de Outubro de 2018, 245 milhões de cristãos foram fortemente perseguidos.

O que significa 1 em 9 hoje, contra 1 em 12 no planeta em 2017. A opressão cotidiana aumentou em 16%, desde 2014, e os assassinatos também, registra a jornalista Sheila Leiner.

Sem contar o último atentado contra as igrejas de Sri Lanka, a lista dos países onde os cristãos são mais perseguidos por meio de violências físicas, materiais e discriminações cotidianas, é a seguinte:

1. Coreia do Norte (em 1° lugar, desde os anos 2000)
2. Afeganistão
3. Somália
4. Líbia
5. Paquistão
6. Sudão
7. Eritreia
8. Iêmen
9. Irã
10. Índia

Na Coreia do Norte, hoje, entre 50 e 70 mil cristãos são prisioneiros em campos de trabalho forçado.

No Afeganistão, a pressão familiar e tribal é comparável àquela de um Estado totalitário.

Enquanto que a Somália tornou-se uma roda giratória do terrorismo islâmico.

Há países que não estão na lista, onde a violência é aterrorizadora, como a Nigéria onde está o famigerado grupo islamista Boko Haram.

Já o regime comunista China detém o triste recorde em detenções: 1.131 pessoas inocentes, apenas porque são cristãs, foram presas e/ou estão encarceradas desde o ano passado.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...