2ª Turma do STF declara que Moro foi parcial ao condenar Lula

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Cármen Lúcia muda voto, e 2ª Turma do STF declara que Moro foi parcial ao condenar Lula

Em julgamento nesta terça-feira (23), por 3 votos a 2, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou que o ex-juiz federal Sergio Moro agiu com parcialidade ao condenar o ex-presidente Lula da Silva (PT) no caso do triplex do Guarujá.

A sentença que condenou Lula segue anulada por outra decisão, determinada pelo ministro Edson Fachin, que apontou a incompetência da Justiça Federal do Paraná para analisar os processos do petista.

Fachin também tornou sem efeito as condenações pela operação “Lava Jato” de Curitiba.

Com a decisão desta terça, a Segunda Turma anulou todo o processo do triplex, que precisará ser retomado da estaca zero pelos investigadores.

A decisão resultou do julgamento pela turma de uma ação impetrada em 2018 pela defesa de Lula.

A maioria na 2ª Turma a favor da ação de Lula foi formada com a mudança de voto da ministra Cármen Lúcia.

Em 2018, quando o julgamento teve início, ela tinha rejeitado a ação, mas agora seguiu o entendimento dos colegas Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.