Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

38 mortos em erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Os efeitos da erupção do Vulcão de Fogo, na Guatemala, são similares aos do vulcão Vesúvio, na Itália, em sua erupção no ano de 79 d.C., a qual devastou e soterrou a cidade de Pompeia.

As informações são do vulcanologista Piergiorgio Scarlato, do Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV).

‘O impacto dessa erupção sobre a população é parecida com o de Pompeia’, comentou.

De acordo com informações da Isto É:

Segundo o especialista, o Vulcão de Fogo gerou colunas de cinzas e gás de 3km a 4 km, além de fluxo piroclástico, ou seja, uma mistura de gás e material vulcânico.

“O Vesúvio, na erupção de 79 d.C., produziu uma coluna de gás e cinzas de 20 km a 25 km que, colapsando sobre si mesma, também gerou um fluxo piroclástico parecido com o Vulcão de Fogo”.

Scarlato explicou que a erupção do Vulcão de Fogo atingiu uma temperatura de ao menos 700ºC, derretendo tudo que “encontrou, das árvores às rochas”. “O fluxo de material vulcânico se locomoveu a uma velocidade de 100 km/h que, ao chegar aos centros urbanos, provoca mortes”, disse.

Até agora, o número de mortos na erupção do Vulcão de Fogo é de 38, mas a cifra deve crescer com o passar dos dias.

Segundo informações do G1:

O Vulcão de Fogo, na Guatemala, voltou a entrar em erupção nesta segunda-feira (4) e a retirada de moradores de áreas próximas prossegue. A atividade vulcânica deixou 38 mortos e afetou mais de 2 milhões de pessoas, de acordo com o último balanço oficial.

A explosão de domingo (3) foi uma das mais violentas das últimas décadas. O governo estima que 296 pessoas ficaram feridas, e milhares de moradores tiveram que deixar suas casas na região do vulcão, localizado a cerca de 50 km da capital.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email