Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

41 pessoas executadas por terroristas no Mali

Tarciso Morais

Tarciso Morais

41 pessoas executadas por terroristas no Mali
COMPARTILHE

O grupo jihadista Amadou Koufa surgiu na região central do Mali em 2015 e vem recrutando prioritariamente membros da etnia fula.

Em motos, terroristas não identificados atacaram dois vilarejos do centro do Mali, país localizado no continente africano, na segunda-feira (17).

Ao menos 41 pessoas morreram no ataque realizado em uma parte do país onde ações étnicas retaliatórias aumentaram nos últimos meses.

Issiaka Ganame, prefeito de Yoro, disse que 24 pessoas foram mortas na localidade e 17 outras no vilarejo de Gangafani.

A maioria das vítimas era de dogons étnicos, disse Ganame. Dezenas de civis dogons foram mortos nos últimos meses em confrontos retaliatórios com a comunidade muçulmana rival fulani.

As mortes foram atribuídas a grupos fulas violentos, que se aliaram aos jihadistas da organização extremista Amadou Koufa.

Como forma de proteção, os dogons criaram seu próprio exército, aumentando ainda mais a violência na região, informa a agência AFP.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram