Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

4,4 milhões de domicílios sobreviveram apenas com auxílio emergencial

Auditoria indica que 17 mil mortos podem ter recebido auxílio emergencial
COMPARTILHE

Este número, na prática, representa 6,5% do total de domicílios no país, segundo levantamento do Ipea.

Cerca de 4,4 milhões de domicílios do Brasil sobreviveram, no mês de julho, apenas com a renda do auxílio emergencial concedido pelo governo Jair Bolsonaro.

Na prática, este montante representa 6,5% do total de domicílios no país.

Os dados estão presentes em estudo sobre o assunto veiculado, nesta quinta-feira (27), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

No levantamento, o Ipea detalhou ainda que a ajuda financeira também foi suficiente para superar em 16% a perda da massa salarial entre as pessoas que permaneceram ocupadas, em julho.

Entre os domicílios mais pobres, os rendimentos atingiram 124% do que seriam com as rendas habituais, no mês, destaca o jornal Valor Econômico.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE