Português   English   Español

5 ações que podem ganhar com uma vitória de Jair Bolsonaro

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O mercado brasileiro registrou mais um dia de euforia nesta quarta-fera (3) após divulgação de pesquisas apresentando um cenário positivo para Bolsonaro.

A subida das ações foi praticamente generalizada – mas alguns papéis costumam ser mais impactados do que outros pelas pesquisas eleitorais.

Nesse cenário, a equipe de research da XP Investimentos destacou cinco nomes que poderiam se beneficiar e rapidamente convergir para um cenário mais otimista com a subida do candidato nos levantamentos.

Confira, abaixo, 5 nomes que poderiam rapidamente refletir um cenário mais otimista, conforme reproduzido pela InfoMoney:

Usiminas (USIM5)

A Usiminas é uma empresa do setor siderúrgico líder na produção e comercialização de aços planos laminados, bobinas, placas e revestidos. A empresa possui um beta alto, ou seja, se o Ibovespa sobe, a Usiminas também tende a subir também.

Neste ano, o papel cai 6,18% – deixando a empresa atrás de seus pares na bolsa (Gerdau (GGBR4) sobe 37,56% e CSN (CSNA3), 23,94%). Com uma melhora do cenário político-econômico, porém, a tendência é de que o papel se valorize. De acordo com a XP, as ações têm um potencial de alta de 45% (preço-alvo estimado de R$ 12,50).

Cemig (CMIG4)

Empresas estatais, como é o caso da Cemig, são mais sensíveis ao cenário político. Com uma expectativa de melhora da economia e otimismo do mercado, essas empresas tendem a se beneficiar. A XP estima um preço-alvo de R$ 11,00, o que totaliza um potencial de alta de 45% em relação ao fechamento do dia 2.

Petrobras (PETR4)

Na última terça-feira (2), a estatal voltou a ocupar o posto de maior empresa de capital aberto do Brasil, com um valor de mercado de cerca de R$ 320 bilhões. Também por ser uma estatal, a empresa é mais sensível ao cenário eleitoral. Pela manhã, por exemplo, as ações da empresa chegaram a subir 11,4%. A equipe de análise da XP estima um upside de 33% para os papéis da Petrobras (preço-alvo estimado de R$ 30).

Banco do Brasil (BBAS3)

Controlada também pela União, o Banco do Brasil é a instituição financeira mais sensível ao cenário político, beneficiando-se assim da alta do candidato nas pesquisas em meio aos menores temores de intervencionismo estatal na empresa. A XP estima um preço-alvo de R$ 41 para os papéis da companhia – o que totaliza um upside de 30%.

Localiza (RENT3)

A rede brasileira de lojas especializadas em aluguel de automóveis atua nas principais cidades e aeroportos do Brasil e da América Latina. Com as taxas DI caindo, o mercado está precificando que os juros não vão subir – e isso é bom para a economia, principalmente para o varejo, que se favorece com a queda dos juros.

Os bons fundamentos somados ao momento favorável pela queda dos juros futuros, levaram os analistas da XP a estimar um preço-alvo de R$ 29/ação – um potencial de alta de 27% em relação ao fechamento do dia 2.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações