Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

700 investigações paradas por decisão de Toffoli sobre COAF

700 investigações paradas por decisão de Toffoli sobre COAF
COMPARTILHE

Segundo o MPF, os dados ainda são parciais, e o número de casos paralisados pode ser ainda maior.

Pelo menos 700 ações e investigações estão paradas na Justiça desde que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, barrou o uso de dados detalhadas do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) sem autorização prévia da Justiça. 

Responsável pelo levantamento, o Ministério Público Federal (MPF) informou que os dados ainda são parciais, e o número de casos paralisados pode ser ainda maior, uma vez que os próprios membros do órgão estão apontando quais processos e procedimentos sob sua tutela foram impactados pela medida, informa o site Poder360.

No mês de julho, o ministro Dias Toffoli suspendeu todas as investigações que usaram, sem autorização judicial, dados do COAF, da Receita Federal e do Banco Central. A decisão vale até o julgamento definitivo, previsto para o dia 21 de novembro.

O presidente do STF determinou que a medida valesse para todas as investigações e processos judiciais no país, até que o plenário da Corte analise o tema.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE