Português   English   Español

75 mil venezuelanos pedem regularização em Roraima

De acordo com o IBGE, 99% dos refugiados da Venezuela em território brasileiro se encontram em Roraima.

Após o governo federal assumir que tem sido lento o processo de regularização dos venezuelanos que fogem do regime ditatorial de Nicolas Maduro para o Brasil, a Casa Civil destacou que a meta é coordenar a interiorização dos refugiados, sobretudo porque o Estado de Roraima tem recebido a média de 400 venezuelanos por semana, conforme os dados deste mês.

Ao todo, são 75 mil venezuelanos que pedem regularização em Roraima. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, salientou que não pode obrigar os estados da federação a receberem os refugiados.

De acordo com o IBGE, 99% dos refugiados se encontram em Roraima. Do total, apenas 10 mil cruzaram a fronteira nos primeiros meses de 2018. O número vem aumentando conforme a ditadura venezuelana se intensifica por meio da perseguição a próprio povo e as consequências da fome e falta de recursos.

Cinco mil venezuelanos estão distribuídos em 10 abrigos públicos para refugiados. Destes, nove se encontram em Boa Vista e Pacaraima, o que tem provocado problemas nessas cidades.

São as consequências de um regime nefasto que recebe o apoio de setores da esquerda brasileira. Nicolas Maduro chegou ao poder após a morte de Hugo Chávez que, por sua vez, contou com a articulação do Foro de São Paulo e a “benção” do PT, PSOL, PCdoB e outras legendas que integram o Foro.

O regime de Maduro desrespeita o básico dos direitos humanos, promove a fome entre seu povo e não há liberdade.

 

Adaptado da fonte Terça Livre

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter