81% das mulheres do RS são contra o aborto

Idiomas:

Português   English   Español
Aborto
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O Ibope questionou os eleitores do Rio Grande do Sul sobre temas polêmicos que entram em pauta em tempo de eleição.

Os cidadãos do RS responderam sobre temas como legalização do aborto, legalização da maconha, redução da maioridade penal, prisão perpétua para condenados por crime hediondo e pena de morte.

Os números mostram que grande parte dos eleitores gaúchos é conservadora em matéria de costumes: a maioria absoluta é contra a descriminalização do aborto e a legalização da maconha.

Um dado curioso é que quem puxa para cima a média de eleitores contrários ao aborto (76%) são as mulheres. O percentual de mulheres contra a interrupção da gravidez é de 81%. Entre os homens, baixa para 72%. As mulheres também são mais conservadores que os homens em relação à maconha. Das entrevistadas, 75% responderam que são contra a legalização da droga.

Nas questões de segurança, os gaúchos se dividem em relação à pena de morte, com 43% a favor e 48% contra. Já em relação à maioridade penal, 71% declararam-se a favor e 24%, contra. Também é larga a margem de vantagem para a prisão perpétua para condenados por crimes hediondos: 75% a favor e 18% contra.

 

Adaptado da fonte GaúchaZH

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque