Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

A condição de Bolsonaro para os ‘saidões’ de presidiários

A condição de Bolsonaro para os 'saidões' de presidiários
COMPARTILHE

“Certas regalias como saidões deixarão de existir”, disse Bolsonaro ao comentar sobre o pacote anticrime.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, lançou uma campanha publicitária sobre o pacote anticrime, nesta quinta-feira (3), ao lado do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Ao discursar durante a cerimônia no Palácio do Planalto, Bolsonaro disse ser contra os chamados “saidões” previstos em lei. O instrumento corre o risco de acabar se o projeto for aprovado.

O chefe do Executivo declarou:

“Saidões, para mim, podem existir da cela para outra parte da prisão. Eu acho que está bom, nada mais além disso.”

Demonstrando confiança na atuação do Congresso Nacional para aprovação do pacote de Moro, Bolsonaro acrescentou:

“Tenho certeza, em havendo, e haverá, o consentimento do Parlamento brasileiro, essa proposta será aprovada.”

E, segundo o site Metrópoles, completou:

“E aquele que, por ventura, no futuro, após a lei sancionada, quiser praticar um crime, porque são crimes premeditados, vai pensar muito, antes de cometê-lo, pois certas regalias como saidões deixarão de existir.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários