- PUBLICIDADE -

‘A declaração foi lamentável’, diz Heleno sobre Gilmar

Heleno diz que Amazônia é alvo de 'cobiça internacional'

- PUBLICIDADE -

“No meio militar a repercussão foi muito ruim. A declaração foi realmente muito infeliz”, diz Heleno.

O general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), alertou que uma afirmação recente do ministro do Supremo Tribunal (STF), Gilmar Mendes, foi “muito infeliz” e “lamentável”.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira (13), Heleno opinou:

“No meio militar a repercussão foi muito ruim. A declaração foi realmente muito infeliz. Será uma lástima se não se arrepender. Não tem genocídio acontecendo. Para chegar a genocídio falta muito. A declaração foi lamentável.”

No último sábado (11), durante um debate online, o magistrado fez críticas à ocupação por militares de postos-chave no Ministério da Saúde em meio à pandemia de coronavírus e afirmou que o Exército Brasileiro está se associando a um “genocídio”.

Em conversa com a jornalista Andréia Sadi, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que os comentários de Gilmar foram “fora do tom”:

“Pode criticar a gestão, ele está no direito dele. Mas os termos foram fora do tom, foi infeliz.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -