Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

‘A esquerda só é unida na cadeia’, diz Mourão

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
'A esquerda só é unida na cadeia', diz Mourão

O general Hamilton Mourão disse que as declarações do senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) sobre o PT são reflexo dos erros do partido.

Para o vice de Jair Bolsonaro (PSL), o candidato derrotado Ciro Gomes (PDT) seria melhor para a esquerda do que Fernando Haddad (PT), “que não tem tamanho nacional, uma certa timidez e não é unanimidade dentro do partido”.

As declarações do general da reserva Hamilton Mourão foram publicadas nesta terça-feira (16) pela jornalista Andréia Sadi em seu blog no G1.

Renova Mídia reproduz a matéria na íntegra logo abaixo:

O general Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), disse ao blog nesta terça-feira (16) que as declarações do senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) sobre o PT são reflexo dos erros do partido adversário que insistiu “nesta coisa patética” de lançar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato e não criar outra liderança.

“Tem aquela frase antiga, de que a esquerda só é unida na cadeia, porque é obrigada a andar junta”, disse o general ao blog.

Nesta segunda-feira (15), Cid disse durante ato a favor do candidato à Presidência, Fernando Haddad, que o PT deveria fazer um “mea culpa”. Cid Gomes disse, ainda, que o partido “criou” Bolsonaro e que o PT vai perder “feio” a eleição presidencial porque petistas fizeram “muita besteira”.

O vice de Bolsonaro admite ao blog que, se o candidato fosse Ciro Gomes (PDT), seria mais competitivo, melhor para a esquerda do que Fernando Haddad, “que não tem tamanho nacional, uma certa timidez e não é unanimidade dentro do partido”. Ciro Gomes ficou em terceiro lugar no primeiro turno com 13.344.366 votos, 12,47% do total.

“Perderam 4 meses nesta discussão patética de Lula candidato. Não produziram outra liderança. Se o PT tivesse fechado com Ciro, ele teria mais visibilidade”, disse o general.

No comitê de Fernando Haddad, aliados do candidato viram na fala de Cid um ensaio para lançar Ciro candidato à Presidência em 2022.

Ouvida pelo blog, a vice de Ciro, senadora Katia Abreu, apoiou o irmão do presidenciável: “Coisa boa. Não voto neste povo nesse povo nunca mais. Votei em Dilma”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email