- PUBLICIDADE -

A estratégia de Alckmin contra Bolsonaro

- PUBLICIDADE -

Sem a esperança de ‘converter’ eleitores da esquerda, o PSDB pretende focar em conquistar os eleitores de Bolsonaro.

A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) elegeu como desafio central nos 26 dias que antecedem o início do horário eleitoral gratuito a formulação de uma estratégia para roubar eleitores de Jair Bolsonaro (PSL).

O campo de batalha neste momento se baseia nos desenvolvimentos após a eleição de 2014, que basicamente dividiu o país entre os chamados azuis (do centro à direita, personificados então no PSDB) e os vermelhos (a mão inversa, à esquerda, dominada pelo PT).

No lado azul, o PSDB perdeu espaço para Bolsonaro, fenômeno associado à rejeição da direita ao establishment que ganhou corpo durante o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

O problema é a forma de abordagem. Atacar diretamente Bolsonaro, como a esquerda faz, apenas aliena esse eleitorado, que obviamente não gosta de ser chamado de “fascista” ou “burro”.

Serão testadas táticas de comunicação pinçando pontualmente os pontos mais problemáticos da imagem do deputado.

 

Com informações da Folha
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -