Português   English   Español

A íntegra da delação de Odebrecht sobre o ‘amigo do amigo do meu pai’

A íntegra da delação de Odebrecht sobre o 'amigo do amigo do meu pai'
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O apelido de Dias Toffoli aparece em e-mails trocados por Marcelo Odebrecht com Adriana Maia e Irineu Meirelles, também integrantes da direção da empresa na época dos fatos.


O empresário Marcelo Odebrecht encaminhou à Polícia Federal (PF) explicações sobre codinomes citados em e-mails apreendidos em seu computador.

Um dos codinomes é “amigo do amigo do meu pai”. Segundo o delator, o apelido refere-se ao ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

A explicação do empreiteiro se refere a um e-mail de 13 de julho de 2007, quando o ministro ocupava o cargo de Advogado-Geral da União (AGU) no governo do ex-presidente Lula da Silva (PT).

Procurado, o STF não se manifestou. Segundo o jornalista Fausto Macedo, interlocutores de Toffoli alegam que a troca de e-mails já era de conhecimento público desde o ano passado.

As informações enviadas por Marcelo Odebrecht foram solicitadas pela PF e são parte do acordo de colaboração premiada firmado por ele com a Procuradoria-geral da República. Confira a íntegra aqui.

Em nota publicada na noite desta sexta-feira (12), como noticiou a RENOVA, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou que não recebeu informações repassadas por Odebrecht apontando o codinome do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, nas planilhas de propina da empreiteira.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...