Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

A origem das fissuras em Encélado, uma das luas de Saturno

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

A origem das fissuras em Encélado, uma das luas de Saturno
COMPARTILHE

Cientistas descobriram como as famosas fissuras na lua de Saturno, Encélado, se formaram.

Com uma espessa crosta de gelo, que esconde um mundo aquoso abaixo,a lua Encélado expele, constantemente, fortes jatos de vapor d’água e compostos orgânicos no espaço.

Uma das características mais intrigantes da lua de Saturno, no entanto, é uma série de fissuras que se dividem em seções do hemisfério sul. 

As “listras de tigre”, como costumam ser chamadas, são um conjunto de quatro fissuras cavernosas com quase 85 quilômetros de comprimento e aproximadamente 21 quilômetros de distância.

Estas fissuras deixaram cientistas intrigados por vários anos, mas agora uma equipe de cientistas de universidades nos Estados Unidos desenvolveu modelos de computador que mostram a intensa relação gravitacional entre Encélado e o planeta Saturno.

As forças gravitacionais puxam o equador de Encélado, enquanto orbita Saturno. Devido a essas forças, os pólos da lua são algumas das regiões mais quentes da superfície e, consequentemente, têm gelo mais fino do que em qualquer outro lugar da lua, o que significa que elas se abrem mais facilmente.

A atração gravitacional única que Saturno exerce sobre Encélado faz com que um fluxo constante de fluidos continue saindo das fissuras, o que significa que é improvável que elas fechem tão cedo, informa o site Popular Mechanics.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.