Português   English   Español

A ‘pegadinha’ do Senado com a criminalização do caixa 2

A 'pegadinha' do Senado com a criminalização do caixa 2
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“CCJ do Senado incluiu uma ‘pegadinha’ no projeto que criminaliza o Caixa 2 eleitoral, que vai beneficiar condenados na Lava Jato”, afirmou o procurador.


O procurador da República, Hélio Telho, utilizou a rede social Twitter, nesta quinta-feira (11), para alertar sobre uma possível “pegadinha” do Senado Federal com a aprovação do projeto que criminaliza o caixa 2.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, na última quarta-feira (10), o projeto que tipifica o crime de caixa dois eleitoral. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, celebrou a atuação dos parlamentares.

De acordo com Telho, no entanto, o texto original só previa a criminalização do caixa 2. Agora, haverá o “caixa 2 qualificado”, que aumenta a pena para caso de origem ilícita do recurso.

“Sem se dar conta, CCJ do Senado incluiu uma ‘pegadinha’ no projeto que criminaliza o Caixa 2 eleitoral, que vai beneficiar condenados na Lava Jato”, alertou o procurador.

Em nota publicada pelo site O Antagonista, Telho explicou com mais detalhes:

“Assim, se o político usasse recurso não declarado, seria punido por isso. Se, por acaso, o dinheiro proviesse de crime, também seria punido por lavagem de dinheiro. Com a inclusão da causa de aumento de pena que o relator fez, para o caso de uso de dinheiro proveniente de crime na campanha, o político não será mais punido pelo crime de lavagem de dinheiro, só pelo de Caixa 2 qualificado. Como a pena é menor que a de lavagem, a nova lei pode retroagir para beneficiar o réu.”

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...