Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

A terminologia ‘vírus de Wuhan’ cria impasse no G-7

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
A terminologia ‘vírus de Wuhan’ cria impasse no G-7

“Você não pode concordar com o rótulo dado a este vírus”, disse um diplomata europeu sobre a iniciativa dos EUA.

A iniciativa dos Estados Unidos para incluir a terminologia “vírus de Wuhan” em uma declaração conjunta com outros membros do Grupo dos Sete (G-7) não foi bem sucedida.

“Queremos desesperadamente trabalhar com todos os países do mundo, incluindo a China, para encontrar soluções para manter o maior número possível de pessoas vivas [e] depois restaurar nossas economias que foram dizimadas pelo vírus de Wuhan”, disse o chanceler norte-americano Mike Pompeo.

A iniciativa dos Estados Unidos para incluir a terminologia “vírus de Wuhan” em uma declaração conjunta com outros membros do Grupo dos Sete (G-7) não foi bem sucedida.

A proposta foi rejeitada, nesta quarta-feira (25), após uma reunião de ministros das Relações Exteriores do G-7 sobre o novo coronavírus.

A rejeição da iniciativa resultou em declarações separadas e divisão no grupo composto por EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Japão.

O projeto proposto pelos EUA também culpava o regime comunista da China pela propagação da pandemia de Covid-19, disse um diplomata europeu ouvido pela emissora CNN.

“O que o Departamento de Estado sugeriu é uma linha vermelha. Você não pode concordar com o rótulo dado a este vírus”, disse o diplomata.

Como resultado da iniciativa dos EUA, várias das nações membros divulgaram suas próprias declarações após a reunião dos chanceleres, que foi realizada virtualmente devido à pandemia.

Uma declaração do governo da França, por exemplo, se referiu ao momento atual com a  “pandemia do COVID-19”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email