Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aborto por malformação fetal agora é inconstitucional na Polônia

Comunidades da Polônia se declaram 'livres da ideologia LGBT'
COMPARTILHE

1,1 mil abortos registrados na Polônia no ano passado de bebês que tinham essa condição.

O Tribunal Constitucional da Polônia proibiu, na última quinta-feira (22), o aborto em casos de má-formação grave do feto.

Esta era uma das formas de “interrupção da gravidez” previstas na legislação sobre o tema no país. 

A presidente da Corte, Julia Przylebska, disse que a lei que estava em vigor era incompatível com a Constituição do país. 

A magistrada argumentou ainda que permitir aborto por causa de defeitos do feto equivale à eugenia.

De acordo com dados oficiais, a Polônia registrou 1,1 mil abortos no ano passado de fetos que tinham essa condição.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE