- PUBLICIDADE -

Abraham Weintraub rebate jornal que pediu sua demissão

Abraham Weintraub rebate jornal que pediu sua demissão
Imagem: Reprodução/AgênciaEBC

- PUBLICIDADE -

#WeintraubFica entrou nos trending topics do Twitter após jornal Estadão pedir o seu desligamento do governo.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, rebateu editorial publicado pelo jornal Estadão, nesta terça-feira (19), pedindo sua demissão.

Com o título de “Linha vermelha”, o editorial destaca que Weintraub “achou por bem classificar o marechal Deodoro da Fonseca como um ‘traidor’ da Pátria e compará-lo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”. 

Em tom de deboche, através de mensagem na rede social Twitter, Weintraub opinou que o jornal paulista “deveria se preocupar com as assinaturas que não param de cair”.

O texto do Estadão também motivou reações de aliados do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro

Apoiadores de Weintraub lançaram uma campanha para rebater o jornal, levando a hashtag #WeintraubFica a figurar entre os 10 temas mais comentados no Twitter na manhã de ontem.

Em uma mensagem seguinte, o ministro agradeceu o apoio recebido e disse ter ficado “sensibilizado pelas palavras de apoio e carinho, fundamentais para que eu siga minha trilha”.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -