Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Abraham Weintraub rebate jornal que pediu sua demissão

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Abraham Weintraub rebate jornal que pediu sua demissão
Imagem: Reprodução/AgênciaEBC
COMPARTILHE

#WeintraubFica entrou nos trending topics do Twitter após jornal Estadão pedir o seu desligamento do governo.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, rebateu editorial publicado pelo jornal Estadão, nesta terça-feira (19), pedindo sua demissão.

Com o título de “Linha vermelha”, o editorial destaca que Weintraub “achou por bem classificar o marechal Deodoro da Fonseca como um ‘traidor’ da Pátria e compará-lo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”. 

Em tom de deboche, através de mensagem na rede social Twitter, Weintraub opinou que o jornal paulista “deveria se preocupar com as assinaturas que não param de cair”.

O texto do Estadão também motivou reações de aliados do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro

Apoiadores de Weintraub lançaram uma campanha para rebater o jornal, levando a hashtag #WeintraubFica a figurar entre os 10 temas mais comentados no Twitter na manhã de ontem.

Em uma mensagem seguinte, o ministro agradeceu o apoio recebido e disse ter ficado “sensibilizado pelas palavras de apoio e carinho, fundamentais para que eu siga minha trilha”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram