Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Abraji não gostou de Moro ter conectado The Intercept com hackers

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Abraji não gostou de Moro ter conectado The Intercept com hackers

Leandro Demori é membro do Conselho Fiscal da Abraji e editor-executivo do The Intercept Brasil. Órgão denunciou supostos ataques contra a equipe do site.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), cujo membro do Conselho Fiscal é editor-executivo do The Intercept Brasil, publicou uma nota de repúdio ao supostos ataques contra o ativista Glenn Greenwald e a equipe do site.

Na nota assinada pela Diretoria da Abraji, divulgada nesta quarta-feira, dia 19 de junho, o órgão afirma que a série de matérias publicadas pelo The Intercept contendo supostas mensagens privadas envolvendo o ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da Lava Jato “gerou ataques descabidos aos jornalistas responsáveis”. pelo conteúdo

A Abraji não gostou de o ministro Moro ter classificado o The Intercept, na rede social Twitter, de “site aliado a hackers criminosos”. Segundo a nota, “o Intercept alega que recebeu de uma fonte anônima mensagens privadas de Moro e de procuradores da Lava Jato. Jornalistas e veículos não são responsáveis pela forma como a fonte obtém as informações”.

Segundo o órgão, a onda de ataques a Greenwald começou logo após a publicação das primeiras reportagens.

Sem apresentar evidências de uma operação combinada nas redes sociais, a Abraji diz que “uma ação coordenada no Twitter colocou #DeportaGlennGreenwald como um dos assuntos mais comentados na plataforma”.

“A Abraji manifesta solidariedade a Glenn Greenwald e repudia os ataques direcionados a ele, à sua família e a seus colegas do Intercept, especialmente os que partem de agentes públicos. Tentativas de intimidar e silenciar um veículo são ações típicas de contextos autoritários e não podem ser tolerados na democracia que rege o país”, conclui a nota oficial.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email