Português   English   Español

Acionistas querem Zuckerberg fora da presidência do Facebook

Acionistas querem Zuckerberg fora da presidência do Facebook

Fundos defendem um conselho independente, pois empresa possui poder desproporcional e precisa agir com responsabilidade e transparência.

Vários fundos públicos com participações no Facebook apoiaram nesta quarta-feira (17) uma proposta para retirar Mark Zuckerberg da presidência do conselho.

Um dos argumentos é que a gigante da mídia social possui um poder desproporcional na sociedade e na economia, sofreu vários escândalos de grande porte e a necessita agir com mais responsabilidade e transparência, afirmou Scott Stringer, controlador-geral da cidade de Nova York, em comunicado.

O fundos de pensão de Nova York detêm quase 1 bilhão de dólares de ações do Facebook.

A proposta de retirada de Zuckerberg foi originalmente apresentada pelo fundo Trillium Asset Management, mas ganhou o apoio dos tesoureiros de Illinois, Rhode Island e Pensilvânia, além de Stringer.

A proposta, prevista para ser votada na reunião anual de acionistas da empresa, em maio de 2019, pede ao conselho do Facebook que o cargo de Zuckerberg seja ocupado por um conselheiro independente.

 

Adaptado da fonte VEJA

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter