Ações do Twitter desabam 18% nos EUA

Seguindo o exemplo do Facebook, o microblog também desapontou o mercado com seu resultado divulgado nesta sexta.

A rede social experimentou uma queda na taxa de usuários mensais.

Logo após a divulgação dos números manhã desta sexta-feira (27), as ações do Twitter desabaram 18% na bolsa dos Estados Unidos.

Em um certo momento, os papéis da empresa recuavam quase 3% na Nasdaq, índice de ações de tecnologia da Bolsa de Nova York.

A companhia divulgou um lucro líquido recorde de US$ 100,1 milhões, revertendo um prejuízo de US$ 116,5 milhões registrado no mesmo período do ano passado.

Enquanto a receita fechou o segundo trimestre em US$ 711 milhões, acima da projeção de US$ 696,2 milhões do mercado.

Porém, o que mais chamou atenção foi o número de usuários ativos mensais, que ficou em 335 milhões, contra expectativa de 338,5 milhões. Este fator foi o principal responsável pela queda das ações da empresa na bolsa americana.

A empresa administrada pelo CEO Jack Dorsey informou que a decisão de penalizar usuários “mal comportados” este ano valeu a pena, embora o uso mensal do Twitter tenha caído.

Ontem (26), o Facebook experimentou o pior dia de uma empresa na história do mercado de ações dos Estados Unidos.

Adaptado das fontes InfoMoney | G1
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia