Português   English   Español

Administração Trump lança investigação contra ONG aborteira por venda de pedaços dos fetos

Planned Parenthood, ou Paternidade Planejada, é uma ONG conhecida mundialmente por defender a bandeira do aborto, inclusive para adolescentes.

O Departamento de Justiça lançou uma investigação federal sobre as práticas da Planned Parenthood e o envolvimento da ONG com a venda de partes fetais.

Chuck Grassley, porta-voz do Comitê Judiciário do Senado, disse que o comitê encontrou evidências suficientes mostrando como organizações que promovem o aborto têm transferido tecido fetal e partes dos corpos dos fetos para instituições de pesquisa.

Em 2015, os ativistas pró-vida David Daleiden e Sandra Merritt, se apresentaram como pesquisadores fetais e gravaram vídeos secretos tentando comprar tecido fetal da organização Planned Parenthood.

Agora, com Donald Trump no poder, a investigação entrou no âmbito federal e promete desmascarar o sistema nefasto por trás da narrativa progressista à favor da realização indiscriminada de abortos.

De acordo com números divulgados recentemente, Nova York é o estado que mais pratica abortos nos Estados Unidos, com uma média de 575 bebês abortados para cada 1.000 nascimentos.

 

Com informações de: (1)

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...