Advogados do agressor de Bolsonaro querem proteção policial

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Integrante da defesa do agressor de Jair Bolsonaro, Fernando Magalhães diz que ele e Zanone de Oliveira Júnior receberam ligações e mensagens que indicam estarem sendo seguidos.

Os advogados responsáveis pela defesa de Adelio Bispo de Oliveira – militante de esquerda que esfaqueou o candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro – querem proteção policial.

O pedido foi formalizado nesta segunda-feira (10) por Fernando Magalhães e Zanone Manuel de Oliveira Júnior nas polícias Civil e Militar em razão de ameaças de morte sofridas por ambos via telefone, WhatsApp e Facebook.

A denúncia também foi apresentada ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a seção mineira da entidade, além de subseções no interior do estado.

 

Adaptado da fonte EM
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações