Advogados de Trump querem procurador especial para investigar agentes do FBI e Departamento de Justiça

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Iniciativa ocorre depois que agente do FBI – trabalhando na investigação do procurador especial Robert Mueller – foi demitido após vazamento de mensagens anti-Trump.

O procurador-geral, Jeff Sessions, está sendo pressionado para formar um segundo conselho especial para investigar agentes do FBI e do Departamento de Justiça, que estão trabalhando na investigação Trump-Rússia, em busca de eventuais conflitos de interesse.

A indignação da equipe legal do Presidente com a investigação de Robert Mueller aumentou com as últimas informações que vieram a público e deixaram políticos republicanos revoltados.

O agente do FBI, Peter Strozk, foi afastado da investigação após mensagens com forte teor anti-Trump vazarem. Além dele, o funcionário do Departamento de Justiça, Bruce G. Ohr, foi rebaixado de cargo depois que foram descobertas ligações dele com o autor do dossiê falso contra Trump.

Jay Sekulow, um dos advogados de Trump, disse ao jornal Axios:

O Departamento de Justiça e FBI não podem ignorar os múltiplos problemas criados por esses óbvios conflitos de interesses. Essas novas revelações exigem a nomeação de um conselho especial para investigar.

Ontem (12), você viu por aqui que o ex-diretor da CIA, Michael Morell. admitiu que os serviços de inteligência dos EUA declararam guerra ao presidente Trump.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.