Advogados de Trump querem procurador especial para investigar agentes do FBI e Departamento de Justiça

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Iniciativa ocorre depois que agente do FBI – trabalhando na investigação do procurador especial Robert Mueller – foi demitido após vazamento de mensagens anti-Trump.

O procurador-geral, Jeff Sessions, está sendo pressionado para formar um segundo conselho especial para investigar agentes do FBI e do Departamento de Justiça, que estão trabalhando na investigação Trump-Rússia, em busca de eventuais conflitos de interesse.

A indignação da equipe legal do Presidente com a investigação de Robert Mueller aumentou com as últimas informações que vieram a público e deixaram políticos republicanos revoltados.

O agente do FBI, Peter Strozk, foi afastado da investigação após mensagens com forte teor anti-Trump vazarem. Além dele, o funcionário do Departamento de Justiça, Bruce G. Ohr, foi rebaixado de cargo depois que foram descobertas ligações dele com o autor do dossiê falso contra Trump.

Jay Sekulow, um dos advogados de Trump, disse ao jornal Axios:

O Departamento de Justiça e FBI não podem ignorar os múltiplos problemas criados por esses óbvios conflitos de interesses. Essas novas revelações exigem a nomeação de um conselho especial para investigar.

Ontem (12), você viu por aqui que o ex-diretor da CIA, Michael Morell. admitiu que os serviços de inteligência dos EUA declararam guerra ao presidente Trump.

 

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque