PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Advogados vão à PGR em defesa de Nise Yamaguchi

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Juristas dizem que Nise foi vítima de “crime de tortura praticado” por senadores.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um documento assinado por 120 advogados foi protocolado, nesta terça-feira (22), na Procuradoria-Geral da República (PGR).

A representação mira os senadores Omar Aziz (PSD-AM), Renan Calheiros (MDB-AL) e Otto Alencar (PSD-BA).

Os três são acusados de supostos crimes de ameaça, perseguição, tortura psicológica e moral contra a oncologista Nise Yamaguchi

No texto, os juristas alegam que a médica sofreu humilhação por parte dos parlamentares durante oitiva da CPI da Pandemia.

De acordo com um trecho da ação:

“Estamos falando, além dos crimes contra a honra, que demandam representação pessoal da vítima, em tese, do crime de tortura praticado pelas autoridades com foro de prerrogativa de função, funcionários públicos, que despejam todo o seu ódio e rancor político a uma pessoa desprotegida de tantos ataques, vilipendiada em seus direitos mais comezinos e previstos na Constituição Federal.”

Como noticiou a Renova na semana passada, a própria médica também processou os parlamentares por misoginia e humilhação.

De acordo com a médica, os senadores agiram “intencionalmente com morbo e com deliberada crueldade no escopo de destruir a imagem da médica perante toda a sociedade brasileira”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.