PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

África do Sul envia militares para conter protestos violentos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Vândalos quebraram vitrines e saquearam diversas lojas pelo país.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O Exército da África do Sul anunciou, nesta segunda-feira (12), o envio de militares às ruas de duas das principais províncias do país.

Os soldados vão ajudar as forças de segurança locais a conter a escalada de violência, que começou com a prisão do ex-presidente Jacob Zuma.

Durante o fim de semana, milhares de pessoas foram às ruas em atos a favor de Zuma, concentrados principalmente na província de KwaZulu-Natal, terra natal do ex-mandatário.

Até agora, segundo as autoridades locais, pelo menos 6 pessoas morreram e 200 foram presas durante os protestos.

Neste domingo (11), vândalos quebraram vitrines e saquearam diversas lojas pelo país.

Um porta-voz da polícia de KwaZulu-Natal disse que os saques indicam que há “muitos criminosos ou indivíduos oportunistas tentando enriquecer durante este período“.

Já o presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, acrescentou que não há justificativa para a violência dos últimos dias e que os atos estão prejudicando os esforços para a reconstrução da economia do país em meio à pandemia de Covid-19.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.