PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

África do Sul realiza operações de limpeza após saques generalizados

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Governo alerta contra os justiceiros responsáveis por instigar as tensões raciais.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente Cyril Ramaphosa acompanhou, neste domingo (18), as operações de limpeza realizadas na África do Sul após uma onda de saques generalizados.

O mandatário responsabilizou os apoiadores do ex-presidente Jacob Zuma, que foi preso recentemente em meio aos vários processos de corrupção que enfrenta na Justiça.

Ramaphosa visitou um shopping saqueado em Soweto para avaliar a destruição e apoiar comerciantes que, em muitos casos, perderam tudo.

Reconhecemos que houve falhas… nos reuniremos e faremos uma análise ajustada“, disse o presidente sul-africano.

O caos vivido pelo país durante os últimos dias deixou um saldo de cerca de 212 mortos e milhares de detidos. 

Durante esses dias, os saqueadores invadiram shoppings e grupos não identificados incendiaram fábricas e armazéns e bloquearam estradas estratégicas para as trocas comerciais.

Em meio a este ambiente de tensão, nesta segunda-feira (19) será retomada a audiência contra Zuma por outra questão de corrupção, em um claro caso de suborno vinte anos atrás.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.