Agência da ONU para Palestina enfrenta grave crise financeira

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA) atravessa “sua crise financeira mais grave” em quase 70 anos de história, após o anúncio do governo de Donald Trump de bloquear mais da metade dos recursos previstos – alertou seu porta-voz nesta quarta-feira (17/01).

Como você viu ontem, o Departamento de Estado norte-americano anunciou a suspensão do pagamento de US$ 65 milhões à UNRWA do total de US$ 125 milhões da contribuição voluntária de Washington à agência.

Essa quantia seria o primeiro pagamento dos Estados Unidos à agência neste ano de 2018. Ainda não se sabe em que medida a contribuição total americana será afetada. Em 2017, Washington repassou US$ 350 milhões para a agência, de acordo com números desse organismo.

O porta-voz da agência, Chris Gunness, declarou:

Os Estados Unidos anunciaram que contribuiriam com 60 milhões de dólares para o orçamento do programa. Até o momento, não há outras indicações sobre possíveis financiamentos. A redução drástica dessa contribuição acarreta a crise financeira mais grave da história da agência.

 

Com informações de: [AFP]

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque