‘Agenda socialista fracassou’, diz líder do antigo PPS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em congresso realizado no último sábado (23), em Brasília, o PPS aprovou a mudança de nome para Cidadania e lançou uma nova carta de princípios.

O líder do partido na Câmara, Daniel Coelho (PE), afirma que o Cidadania não pretende apagar a origem comunista do PPS, mas abraçar agora novas posições.

Em entrevista ao Congresso em Foco, o parlamentar afirmou:

“Temos a nossa história. O PPS reconheceu que a agenda socialista e comunista fracassou do ponto de vista econômico e olhamos para frente. Defendemos teto de gastos, reforma trabalhista e da Previdência, a agenda econômica conectada ao mundo atual. Caminhamos para o centro, mas temos parlamentares de centro-esquerda e centro-direita.”

O PPS se junta a outras legendas que excluíram a palavra partido de suas denominações:

  • PP virou Progressistas;
  • DEM é o antigo PFL);
  • Podemos era PTN;
  • Patriota se chamava PEN;
  • Democracia Cristã é o antigo PDC;
  • Avante era nomeado PTdoB;
  • MDB voltou ao nome original após décadas de PMDB.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.