- PUBLICIDADE -

Aglomerado estelar mais próximo da Terra está sendo destruído

Estrutura misteriosa -- que é considerada relíquia da formação da Via Láctea -- pode ser a responsável.

- PUBLICIDADE -

O aglomerado de estrelas mais próximo do Sol está sendo totalmente destruído pela influência gravitacional de uma estrutura massiva, mas invisível, em nossa galáxia.

A informação está presente em dados do satélite de mapeamento estelar Gaia, da Agência Espacial Europeia (ESA).

Nuvens invisíveis de partículas estão espalhadas pela galáxia, formando uma subestrutura invisível que exerce uma influência gravitacional perceptível em qualquer coisa que se aproxime demais.

De acordo com os pesquisadores, não há observações de uma nuvem de gás ou aglomerado estelar tão massivo nas proximidades. 

Caso nenhuma estrutura visível seja detectada mesmo em futuras buscas direcionadas, a pesquisadora Tereza Jerabkova (ESA) sugere que o objeto misterioso pode ser um sub-halo de matéria escura. 

Esses sub-halos são aglomerados naturais de matéria escura que parecem ajudar a moldar a Via Láctea durante sua formação. 

O novo trabalho mostra como Gaia está ajudando os astrônomos a mapear essa estrutura invisível de matéria escura da galáxia.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -