Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

AGU defende permanência de líder do PCC em presídio de Brasília

Marcola - Marcos Willians Herbas Camacho
Imagem: Sergio Lima/Folhapress
COMPARTILHE

Manifestação da AGU foi enviada ao STF, onde tramita pedido do DF para transferir líder do PCC.

Em manifestação sigilosa enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), o Advogado-Geral da União (AGU), André Mendonça, defendeu, nesta terça-feira (18), a permanência de Marcos Willians Herbas Camacho, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), na Penitenciária Federal de Brasília

O caso, que tramita sob segredo de Justiça, está sob a relatoria do ministro Luís Roberto Barroso.

O governo do Distrito Federal é contra a presença de Marcola e outros líderes de facções criminosas na região.

De acordo com apuração do jornal Estadão, a AGU alega que de todas as penitenciárias federais, Brasília possui a maior e melhor estrutura de apoio. 

André Mendonça também sustenta que já havia episódios de atuação do PCC no DF mesmo antes da transferência de líderes de facções criminosas para a capital.

O órgão do governo federal ainda destacou no documento experiências internacionais, ressaltando que capitais como Paris, Berlim e Londres também abrigam presídios.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários