Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

AGU defende veto de Bolsonaro à criminalização das fake news

AGU pede ao STF para rejeitar taxação de grandes fortunas
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

A polêmica questão está sob relatoria da ministra Cármen Lúcia no STF.

André Mendonça, ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), defendeu junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) a derrubada da criminalização das fake news no período de campanha eleitoral.

Em parecer enviado ao Tribunal, Mendonça reproduz os argumentos do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao vetar o controverso dispositivo, posteriormente ressuscitado pelo Congresso Nacional.

Na época, o mandatário brasileiro considerou que a pena de até 8 anos para quem divulgar o “ato ou fato falsamente atribuído” a algum político é excessiva.

“Viola o princípio da proporcionalidade entre o tipo penal descrito e a pena cominada”, disse Bolsonaro, como noticiou a RENOVA.

A ação foi apresentada ao STF pelo Partido Social Liberal (PSL). A sigla diz que, além de ser desproporcional, a penalização afronta a liberdade de expressão do eleitor.

O assunto está sob relatoria da ministra Cármen Lúcia, que quer uma decisão do plenário antes do período de campanha da disputa municipal deste ano, informa O Antagonista.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários