Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

AGU suspende promoção em massa de procuradores ao topo da carreira

Tarciso Morais

Tarciso Morais

AGU pede ao STF que autorize a entrada da polícia nas universidades
COMPARTILHE

Uma portaria da AGU tinha promovido 607 servidores, dos quais 606 passaram a integrar o topo da carreira.

A Advocacia-Geral da União (AGU) suspendeu a promoção em massa que levou 606 procuradores federais do órgão ao topo da carreira, com salários acima de R$ 27,3 mil

A decisão foi tomada, nesta quinta-feira (24), é do procurador-geral Federal, Leonardo Lima Fernandes.

Na última sexta-feira (18), o site Poder360 informou que uma portaria da AGU promoveu 607 servidores, dos quais 606 passaram a integrar o topo da carreira da procuradoria federal 

A medida, de acordo com a advocacia-geral, seguiu os critérios de antiguidade e merecimento.

Em ofício, o procurador Leonardo Silva Lima Fernandes informou a suspensão da portaria que concedeu as promoções em massa. 

No documento, segundo o jornal Estadão, ele afirmou que “todos os atos praticados neste procedimento revestiram-se de legalidade, praticados nos estritos termos da Lei Complementar nº 73/1993, da Lei nº 10.480/2002 e da Portaria AGU 460, de 14 de dezembro de 2014”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram