Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Albert Einstein não recomenda uso de cloroquina contra coronavírus

70 hospitais do Brasil vão testar cloroquina em infectados por coronavírus
COMPARTILHE

Anteriormente, a relação entre paciente e médico era necessária para usar a cloroquina para tratar a doença no Einstein. 

O Hospital Israelita Albert Einstein, localizado em São Paulo, proibiu a prescrição do medicamento cloroquina para tratamento de infecções por coronavírus.

Na manhã desta sexta-feira, a instituição ajustou a informação, explicando que “não há uma proibição, mas uma recomendação para a não utilização nem em modo off label, ou seja, fora das indicações homologadas para os fármacos pela agência reguladora no Brasil, a Anvisa”.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso off label de um medicamento é quando ele é prescrito para tratar outra indicação que não está prevista na bula.

“O uso off label de um medicamento é feito por conta e risco do médico que o prescreve, e pode eventualmente vir a caracterizar um erro médico, mas em grande parte das vezes trata-se de uso essencialmente correto, apenas ainda não aprovado”, diz o órgão.

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE