Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Alcolumbre barrou buscas da PF em gabinete de Serra

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Alcolumbre admite que reforma da Previdência pode atrasar ainda mais
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

O mandado judicial contra Serra foi expedido em mais uma fase da operação “Lava Jato”. 

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado Federal, impediu, nesta terça-feira (21), o cumprimento de um mandado de busca e apreensão no gabinete do senador José Serra (PSDB-SP).

O portal G1 apurou que a decisão de impedir o prosseguimento das buscas veio após consulta da presidência à Advocacia Geral da Casa.

De acordo com a avaliação da advocacia, como o mandado foi expedido por um juiz de primeira instância, a PF precisaria ter aval do Supremo Tribunal Federal (STF) para realizar as buscas e apreensões, o que não ocorreu. 

A PF chegou a entrar no prédio do Senado onde fica o gabinete de Serra, ma não conseguiu cumprir o mandado de busca e apreensão.

Horas depois, o ministro do STF, Dias Toffoli, concedeu liminar, isto é, decisão provisória, para suspender a ação da PF no gabinete do senador do PSDB.

As buscas foram determinadas na operação “Paralelo 23“, da PF, que investiga suposto caixa 2 na campanha de Serra ao Senado em 2014, destaca a RenovaMídia.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.