Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Alcolumbre instaura CPMI para investigar ‘fake news’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Alcolumbre instaura CPMI para investigar 'fake news'
Imagem: Reprodução/Twitter

“Uma iniciativa necessária. Precisamos tornar atos virtuais em consequências reais”, disse o presidente do Senado.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu o requerimento para a criação da Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) para investigar a veiculação de notícias falsas.

O pontapé inicial foi dado durante a sessão do Congresso Nacional nesta quarta-feira (3).

Segundo o site do Senado, a “CPI mista terá 180 dias para investigar os ataques cibernéticos que atentam contra a democracia e o debate público, além da criação de perfis falsos para influenciar as eleições do ano passado”.

“A prática de ciberbullying contra autoridades e cidadãos vulneráveis e o aliciamento de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio também estarão entre os objetos de investigação da CPMI”, acrescenta.

Em mensagem publicada no Twitter, Alcolumbre declarou que a iniciativa é “necessária”, pois “precisamos tornar atos virtuais em consequências reais”.

O senador Humberto Costa (PT-PE) negou que a CPMI seja uma tentativa de censura às redes sociais.

Segundo o petista, as redes estão sendo usadas para a divulgação de mentiras, para a pregação de ódio e para “caluniar pessoas e destruir reputações”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email