Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Além da Globo, Brasil 247 também usa Felipe Neto como fonte

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Além da Globo Brasil 247 também passa a usar Felipe Neto como fonte

Em sua empreitada para danificar a imagem do governo Bolsonaro, além de abraçar o jornalismo da “Globo golpista”, o blog petista Brasil 247 também passou a usar as palavras do youtuber Felipe Neto como fonte.

“Youtuber com mais de 29 milhões de inscritos em seu canal, Felipe Neto tem usado cada vez mais sua fama para denunciar as arbitrariedades do clã Bolsonaro”, diz o primeiro parágrafo do texto publicado nesta terça-feira (22) no blog “Brasil 247“.

Em sua ânsia para atingir o governo do presidente Jair Bolsonaro, o blog petista está utilizando qualquer influenciador digital com viés esquerdista para replicar comentários em matérias.

O nome de famosos em manchetes de matérias geralmente rende os clicks necessários para manter alguns sites produzindo dinheiro na plataforma do Google AdSense, o que é de extrema importância para uma mídia digital. Principalmente para o “Brasil 247“, acostumado a receber milhares de reais em esquemas de propina envolvendo o Partido dos Trabalhadores (PT).

O blog petista está modificando totalmente sua abordagem na internet para se adaptar à guerra da grande mídia contra o presidente Jair Bolsonaro. Após passar anos classificando a Rede Globo de “golpista”, a militância esquerdista agora enxerga o veículo de informação como um aliado, conforme noticiou a RENOVA.

Editora 247, representada pelo jornalista Leonardo Atuch e que edita o site Brasil 247, recebeu pelo menos R$ 180 mil do esquema de corrupção da Petrobras, a pedido do ex-tesoureiro do PT João Vaccari, registra a “Gazeta do Povo“.

Segundo um dos delatores da Operação Lava Jato, Milton Pascovitch, o dinheiro pago à editora foi dado sem a prestação de qualquer serviço e tratou-se de uma operação “para dar legalidade ao apoio que o Partido dos Trabalhadores dava ao blog mantido por Atuch”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email